Mata Nacional do Bussaco

Mata Nacional do Bussaco

Uma mata mágica que envolve ermidas, fontes e um palácio-hotel digno de conto de fadas. Assim é a Mata Nacional do Bussaco (ou Buçaco), cedida em tempos à Ordem dos Carmelitas Descalços para construção de um convento, de modo a servir de retiro religioso.

Se gostam de natureza, de caminhar em chão de terra batida entre fetos, cedros e abetos, do silêncio que amplifica o assobio dos pássaros, então têm de fazer uma visita a esta mata cheia de misticismo.

Localização

A Mata Nacional do Bussaco pertence à Serra do Bussaco, situada na freguesia do Luso, concelho da Mealhada.

Acesso à Mata do Bussaco

A Mata do Bussaco está limitada por muros, sendo necessário pagar bilhete para a visitar.

Horário da Mata: 9h – 18h dias úteis; 9h – 18h30 restantes dias. 

Preço da entrada (por carro e não por pessoa): carro de 5 lugares – 5€; carro de > 5 lugares – 7€; auto-caravanas – 12€.

A entrada é gratuita se entrarem a pé ou de bicicleta. Contudo, devemos informar-vos que dependendo da porta por onde entrarem, podem ficar longe do núcleo central (onde se situa o Palace Hotel) – local ao qual se devem dirigir para iniciar a visita da Mata.

São várias as portas para entrar na Mata. Entrámos pela Porta das Ameias que dista 2km do parque de estacionamento junto ao Palace Hotel. 

Assim sendo, preferimos pagar o bilhete cujo valor é investido na íntegra na manutenção da Mata.

ponte junto ao grande lago na mata nacional do bussaco
Capela de pedra no Trilho da Via-Sacra na Mata do Bussaco

O que visitar

Iniciem a vossa visita com uma passagem pelo Posto de Informação da Mata, devidamente identificado (próximo do Palace Hotel). Podem solicitar um mapa da Mata ou informações sobre as visitas guiadas.

Se preferirem podem obter o pdf do mapa aqui.

De seguida apresentamos alguns locais a visitar e atividades a realizar na Mata do Bussaco.

Convento de Santa Cruz
arcos do convento de santa cruz

O Convento de Santa Cruz foi erguido em 1628.

Apesar da sua construção simples, a condizer com o voto de silêncio e pobreza dos Carmelitas, não passa despercebido. O seu teto de cortiça e a parede exterior com pedras pretas e brancas incrustadas, em jeito de reprodução dos padrões dos panos que colocavam nos altares, dão-lhe um encanto particular.

Entrada no Convento: gratuita até aos 6 anos; 7 a 11 anos – 1€; > 12 anos – 2€

Palace Hotel do Bussaco
Pala Hotel do Bussaco

O Palace Hotel do Bussaco, antigo Palácio Real transformado em hotel, remete-nos para um mundo encantado de príncipes e princesas. Destila romantismo, típico do seu estilo neomanuelino.

Os seus jardins são também encantadores, com um pequeno labirinto, a fazer lembrar a Alice no País das Maravilhas e a contribuir para a magia do local.

Fonte Fria
Fonte Fria, na rota do trilho da água na mata do bussaco

A imagem da Fonte Fria, com a água a descer entre duas escadarias, de patamar em patamar até ao Grande Lago onde os patos e gansos se passeiam, é provavelmente a mais divulgada da Mata do Bussaco.

Todavia, há mais fontes e locais de interesse a visitar nesta mata florestal, como o Vale dos Fetos e a Floresta Relíquia.

Recomendamos uma caminhada livre pela mata para descobrir todos esses pontos, ou um dos trilhos identificados.


Trilhos
trilho

Há 5 trilhos identificados na Mata do Bussaco, cada um com os seus atrativos, todos contemplados no mapa da mata de que vos falámos anteriormente.

Trilho da Natureza, Trilho da Água, Trilho da Floresta Relíquia, Trilho Militar e Trilho da Via-Sacra. Os mais famosos são o Trilho da água, que passa na Fonte Fria, e o da Floresta Relíquia.

Os percursos são de 2 a 3h, dependendo do vosso ritmo, e o nível de dificuldade fácil a médioPode parecer muito mas garantimos que 2h naquele ambiente passam a correr!

Se tiverem fraco sentido de orientação, usem o Google Earth para vos guiar, para além do mapa da mata, ou reservem uma visita guiada. 

Miradouro da Cruz Alta

Não fica dentro da Mata, mas já que ali estão passem no Miradouro da Cruz Alta, o ponto mais alto da Serra do Bussaco, para apreciarem as vistas.

Onde dormir

Se procuram uma escapadinha romântica o charmoso Palace Hotel do Buçaco é uma excelente opção para ficarem alojados.

Para um fim de semana em família sugerimos estadia nas Casas do Bussaco, em plena mata. 

As Casas do Bussaco são 6 antigas casas de guardas florestais, agora recuperadas. Abrigam até 9 pessoas, têm a facilidade de permitir preparar refeições e aceitam animais. A estadia nestas casas dá ainda acesso livre à mata sem pagar bilhete. 

Dormir no Luso,  ou na Curia também são boas opções. O alojamento mais conhecido no Luso é o Grande Hotel do Luso e na Curia o Curia Palace, mas há muitas outras possibilidades, para todos os tipos de carteiras.

Onde comer
parque de merendas na subida para o Palace Hotel do Bussaco

Tendo em conta que o Bussaco fica na rota da Bairrada, sugerimos que provem a especialidade da zona – o famoso Leitão assado à Bairrada

São muitos os restaurantes que vendem leitão na zona da Mealhada, a 20 minutos do Buçaco. Recomendamos o restaurante a Nova Casa dos Leitões, que serve também outros pratos típicos portugueses. 

Somos adeptos dos piqueniques, não desperdiçamos uma boa oportunidade para fazer um. A mata do Buçaco, com vários parques de merendas, é um excelente local para um piquenique em natureza.

Comprem um frango de churrasco na Churrasqueira Conquistador , a 10 minutos da mata, e aproveitem! Provavelmente há outras churrasqueiras mais perto, mas esta foi a que encontrámos com um bom frango e aberta a um domingo, por isso a sugerimos.

Fizemos o nosso piquenique num parque de merendas que fica do lado esquerdo a caminho do Palace Hotel, para quem sobe pela Porta das Ameias. Outra possibilidade é mesmo junto à Fonte Fria.

Para um cafezinho no fim de almoço passem no bar/esplanada da mata. Fica junto ao posto de informações e está aberto no mesmo horário da mata. 

Inspirem-se com outros locais por onde andámos em fuga aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.