Ecoparque Sensorial da Pia do Urso

Ecoparque Sensorial da Pia do Urso

O Ecoparque Sensorial da Pia do Urso é um parque de natureza único, que nos guia os sentidos através de um  percurso pedestre bastante original.

Pias, ursos e estações lúdicas esperam por vocês neste parque no concelho da Batalha. Venham daí conhecê-lo melhor connosco.

A Aldeia da Pia do Urso
casas e rua de pedra na aldeia da pia do urso
Rua da Aldeia da Pia do Urso

Reza a lenda que os ursos vinham saciar a sede nesta aldeia da Freguesia de São Mamede. Bebiam a água depositada nas pias formadas naturalmente nas rochas, dando assim origem ao seu nome. 

As pias ainda hoje se mantêm, e o trilho do Ecoparque permite observar algumas delas.

Em 2016, no âmbito de um projeto de reabilitação, foram recuperadas as casas degradadas da aldeia. Desta forma, a Aldeia da Pia do Urso transformou-se numa pitoresca aldeia a visitar. Casas de pedra e ruas de calçada, restaurante, café, parque de merendas e alojamentos de turismo rural trouxeram vida a este local.

O Ecoparque é motivo de visita à aldeia, mas não se esgota aqui a oferta deste recanto do centro de Portugal. É na Pia do Urso que se encontra o Centro de BTT da Batalha, com trilhos ao longo de mais de 300km.

rochas a formar pias no percurso
Pia no percurso
pia em forma de coração
Pia do Amor

O Ecoparque Sensorial da Pia do Urso

É constituído por um percurso circular curto, de cerca de 800 metros ao ar livre. 

Durante esse percurso são visíveis várias pias, as tais que deram origem ao nome da aldeia. Encontram ainda representações de ursos e de outros animais (burros, porcos, vacas, galinhas, etc), que naturalmente agradam às crianças.

O parque está muito direcionado para invisuais e pessoas de baixa visão. Por esse motivo, o caminho está bem assinalado com madeira no chão e placas informativas em Braille.

Ao longo do percurso há várias estações lúdicas interativas, construídas maioritariamente em madeira. 

Na Estação do Ciclo da Água podem carregar num interruptor para fazer descer água por um circuito. A água, por sua vez, aciona a nora aí existente. 

Já na Estação Jurássica, os miúdos divertem-se a escalar os dinossauros de madeira. Na Estação Musical entusiasmam-se a produzir sons com instrumentos de metal.

Há mais estações e pontos de interesse no Ecoparque Sensorial. O parque de merendas é um deles, onde há bastante sombra para um piquenique agradável. 

vaca representada no percurso
Perspetiva do trilho
árvores durante o percurso
Árvores ao longo do trilho
representação de vaca no percurso
Percurso limitado no chão com troncos
jogo do galo
Jogo do galo em madeira
escalar na estação do jurássico
Estação do Jurássico

Alguns elementos lúdicos estão um pouco desgastados, temos de ser honestos, mas parece que está prevista uma requalificação do parque para breve. 

Apesar disso, achamos que vale a pena uma passagem por lá, principalmente se gostam de caminhadas na natureza. 

A entrada é livre, e há estacionamento também gratuito no local, portanto não têm muito a perder. 

O que visitar nas proximidades

Diríamos que uma hora é mais do que suficiente para visitar o parque com calma, portanto aproveitem para explorar a zona.

Perto têm outros locais interessantes para visitar com crianças, como as Grutas da Moeda (a 6km), Grutas de Mira de Aire (a 10km), ou o Mosteiro da Batalha (16km).

As Grutas de Alvados ficam igualmente perto, escrevemos sobre a nossa experiência por lá aqui.

5emfuga

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.